A chegada ao Delta do Parnaíba

Se você quer ir ao Delta do Parnaíba, o percurso não será problema, pois terá 3 vias de acesso:

  • Opção 1 - Desembarcar em Parnaíba, vindo de Campinas (Viracopos) aos sábados.
  • Opção 2 - Ir pelo Maranhão, saindo dos Lençóis Maranhenses.
  • Opção 3 - Partindo do Ceará, deixando Jericoacoara.
  • Opção 4 - Ir por Teresina (lembrando que, do aeroporto da capital até Parnaíba, são aproximadamente 320 quilômetros).

Muitas pessoas optam por fazer a Rota das Emoções para chegar ao Delta do Parnaíba, que é o percurso de Jericoacoara, Delta do Parnaíba e, por fim, Lençóis Maranhenses.

Se você não quiser fazer a Rota das Emoções, poderá escolher ficar na cidade de Parnaíba ou se hospedar em alguma pousada no Delta.

Para realizar os passeios pelo Delta, é possível fazer o passeio tradicional embarcações coletivas, com almoço incluso por um valor de mais ou menos R$ 60,00 por pessoa ou fazer um passeio personalizado com o aluguel de uma lancha para o seu grupo. A grande novidade contudo é a possibilidade de pagar por pessoa para fazer o magnífico passeio à Revoada dos Guarás, o pássaro símbolo do delta, cuja plumagem de um vermelho vivo encanta os viajantes. Este passeio até o primeiro semestre de 2017 era feito apenas através de aluguel de lancha, com custos bem maiores.

A natureza (quase intocada) do Delta do Parnaíba

Um dos pontos mais marcantes do Delta do Parnaíba é seu ecossistema único e intocado, sendo um dos poucos lugares no Brasil que conserva sua paisagem natural. Talvez, essa originalidade decorra do fato de o estado do Piauí ter um marketing turístico ainda incipiente. Isso assegura as praias quase desertas e a conservação dos encantos que a natureza oferece.Então, se você procura por um local para relaxar, com poucas pessoas por perto, saiba que o Delta do Parnaíba é uma excelente opção.

A fauna e a flora do Delta do Parnaíba

Passeando pelas ilhas do Delta do Parnaíba, você vai encontrar muitos mangues, uma vegetação pura e vários tipos de animais — como jacarés, macacos e muitas aves. Mas o espetáculo mesmo ficará por conta dos guarás, que existem em grande quantidade na região. Elas são aves exuberantes e de cor avermelhada, já que se alimentam de caranguejos. O Delta do Parnaíba também possui áreas de preservação ambiental. Entre elas está a Ilha do Caju. Mas, apesar de todo o cuidado e a proteção, há autorização para o ecoturismo por ali.

O Rio Parnaíba

Não é possível falar do Delta do Parnaíba sem falar das belezas que encontrará ao navegar pelo Rio Parnaíba, o 5º maior rio brasileiro e o 2º mais importante da região nordestina. Esse rio faz a divisa entre os estados do Piauí e do Maranhão e, além da sua beleza que encanta todos os turistas, possui um valor econômico para os seus ribeirinhos: seja para pesca, seja para agropecuária, seja para exploração turística.

As ilhas do Delta do Parnaíba

O Delta do Parnaíba possui cerca de 70 ilhas para você se encantar pela beleza e não saber definir qual é a mais bonita. A seguir, apresentaremos algumas dessas ilhas que são mais visitadas pelos turistas. Dê uma olhadinha:

A Ilha das Canárias

A Ilha das Canárias é a 2ª maior do Delta do Parnaíba, ficando atrás apenas da Ilha Grande. Ela é considerada uma das ilhas mais bonitas, desertas e sossegadas da costa nordestina. Conta com uma vegetação singular e com uma fauna que encanta todos que passam por lá. Você não vai querer ficar de fora desse passeio, não é mesmo? Na Ilha das Canárias também encontrará aconchegantes pousadas, caso queira passar alguns dias por lá.

A Ilha Grande

Ilha Grande é a maior porção de terra do Delta do Parnaíba. Possui um visual espetacular, formada por dunas, manguezais e praias desertas de águas cristalinas. É nela que se situa a Praia de Pedra do Sal, cuja formações rochosas atípicas na região abriga um belo farol. A praia também é utilizada para prática do surfe, pois possui um lado com fortes onde e outro com águas calmas e resguardadas. Atualmente, a Ilha Grande é uma área de proteção ambiental. É, sem dúvida, um ótimo lugar para quem pretende fugir da agitação do dia a dia.

A Ilha do Caju

Essa é uma outra belíssima ilha que faz parte do Delta do Parnaíba. Todo o encanto dessa região fica por conta da sua natureza, praticamente intocada e composta por:

  • - Dunas;
  • - Campos;
  • - Igarapés;
  • - Lagos;
  • - Manguezais;
  • - Prais;

Além, é claro, de contar com muitos cajueiros, os quais emprestaram o nome ao local.

O encontro do rio com o mar

O grandioso encontro do Delta do Rio Parnaíba com o mar é um dos momentos mais esperados do passeio, pois você conseguirá ver claramente esse limite. A água do rio é “dourada”, enquanto o mar possui um tom mais esverdeado. Chegando lá, você terá o privilégio de escolher em tomar um banho de mar ou aproveitar um pouco mais das delícias da água doce do Rio Parnaíba. Sem dúvida, esse encontro é uma visão da qual você nunca vai se esquecer.

Os suprimentos necessários para o passeio pelo Delta do Parnaíba

Para completar as dicas deste post, lembraremos você de algumas coisas que precisa levar para o passeio no Delta do Parnaíba.

A 1ª coisa é muito protetor solar, pois as temperaturas são muito elevadas em toda época do ano. Leve, também, bonés, chapéus e tudo mais que sirva para proteger do sol. Não se esqueça de colocar muita água na mochila para se hidratar. E lembre-se da máquina fotográfica para registrar todos os momentos. O Delta do Parnaíba é, sem dúvidas, um local de imensa riqueza natural que muitas pessoas desconhecem. Por isso, é composto de lugares desertos. Mas temos certeza de que, depois deste post, você vai considerar programar uma incrível viagem para esse lugar tão exuberante. Certo?

Fonte: https://www.rota-das-emocoes.com/